A cultura de um POVO não pode, não deve NUNCA! se submeter a ideologias politicas ou partidárias!pois que inspiração ou intelecto criativo não se compra nem se se vende, é como o amor, já vem do berço! (Silvino Potêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
           

Caros Amigos Visitantes e Leitores, em especial aos meus Conterrâneos!,  Sejam todos benvindos à minha página literária. Vale lembrar o provérbio popular que diz;   "Se o tempo é ouro, eu vos agradeço por dividirem o vosso aqui comigo!!!"
***** A maioria dos meus Leitores, e muitos dos meus Conterrâneos, pouco ou nada sabem sobre mim, pois já estou na Emigração desde os meus 13 anos de idade quando saí da Aldeia de Caravelas pela primeira vez.
Talvez por isso eu divulgo aqui na Minha Página Literária, alguns dos meus escritos; poesias e postagens em forma de crônica, em especial os que dizem respeito às minhas origens Transmontanas.
Desde já bem hajam todos pela visita. Espero que gostem.


As Flores do Meu Jardim...
Fui conversar com as Rosas,

Que eu tenho no meu Jardim...
- Elas então muito cheirosas,
Cheias de um perfume sem fim,
Posaram nuas e tão dengosas
Debaixo de um sol tropical
Que me faziam sombra de mim. 
Fui revelar esta pose,
Mas parei quase intrigado,
Digo até admirado?!...
Como é que a Rosa tem sombra,
Se não está ao meu lado!?
Se o sol já se foi e eu inclinado
Vejo uma sombra colorida,
Da rosa que já teve vida,
- Aquela que eu já vivi,

Ao colher o perfume de ti! 
(In: POESIAS SOLTAS)
Autor: Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal/Brasil 


******************
Um forte Abraço a todos os leitores e Amigos sejam eles conterrâneos ou não!... e bem hajam pela visita, voltem sempre.
Silvino Dos Santos Potêncio
Emigrante Transmontano em Natal/Brasil
A genialidade é inimiga directa da publicidade, e prima carnal da vaidade esvoaçante do ser humano que não pensa!, aquele que apenas vive exdruxulamente ao sabor da corrente que o leva em direcção ao nada do infinito terreno! ******** A dignidade do homem público se vê pelas atitudes,e não pelo discurso barato que ele faz aos seus eleitores! ******** Aprender a viver não é esperar a tempestade passar e sim aprender a dançar na chuva!. ********* Aquilo que ontem era uma utopia, amanhã, por certo, será uma realidade, ainda que virtual. ******** Cada Poeta é um MUNDO, cada Leitor um visitante. A nossa passagem pela vida é apenas uma fase mutante! ******* Nenhuma alteração no comportamento humano é fácil; alimentar, educar, disciplinar, administrar, orientar, governar e convencer, nada!, nada no ser humano se muda da noite p?ro dia! Autor: Silvino Dos Santos Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal/Brasil