A honestidade do homem público se reflete mais nos actos e muito menos nos factos que, tantas vezes são adulterados pela mão dos que dela se aproveitam.(Silvino Potêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos
Título Categoria Data Leituras
Fui Pastor... de mim lá na serra! Poesias > Recordações 30/09/18 32
Tarde demais!... Poesias > Pensamentos 27/09/18 30
Dos tempos que eu não tinha dono!... Poesias > Recordações 12/08/18 57
Lembranças do Gueto "Aulgarveschwitz"!... Poesias > Reflexão 10/08/18 53
Um Poema P'ra Minha Mãe! Poesias > Saudade 30/07/18 21
O tempo das segadas!... Poesias > Recordações 22/07/18 36
Segredos Mal Ditos... Poesias > Recordações 24/06/18 14
Os Cravos de Abril em Caravelas Poesias > Recordações 17/05/18 28
Requiem para um Presidente Cessante Poesias > Glosa 16/05/18 40
Eu fui conversar com as Rosas... Poesias > Pensamentos 17/12/17 18
Eu contemplei a Madrugada... Poesias > Pensamentos 16/12/17 12
Inimigos!... Quem os não tem?! Poesias > Reflexão 08/11/17 25
Ali na Beira do Cais Poesias > Recordações 25/08/17 23
Não é escritor quem quer... Poesias > Pensamentos 09/08/17 91
As Rimas do meu versejar Poesias 01/08/17 18
POEMAS DE ANGOLA Poesias > Recordações 31/07/17 28
Quadras soltas ao vento! Poesias > Quadra 18/05/17 63
Página 023 - Meus Dias!... Poesias > Saudade 27/02/17 62
O Fado da Escumalha... Poesias > Glosa 22/02/17 233
Fomos Cantar as Janeiras... Poesias > Regionais 06/01/17 185
Página 1 de 6 1 2 3 4 5 6 [próxima»]