A eternidade de cada texto ou até um livro, é a sequente futura ação do escritor que abriu o cenário com apenas uma letra. (Silvino Potêncio)
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos
Título Categoria Data Leituras
Eu, O Pensamento, a Rima!... Prosa Poética 31/01/18 28
Tradições da Aldeia Transmontana... Prosa Poética 16/01/18 39
OS POETAS PEDINCHÕES!... Prosa Poética 23/06/17 12
Dignifiquemos Portugal!... Prosa Poética 22/06/17 26
A HomoFobia Lusitana!... Prosa Poética 04/02/16 36
Até que Deus e o Fado nos junte Algum dia! Prosa Poética 30/04/14 29
Oh Douro de las claras augas... Prosa Poética 22/03/12 55
A Ladeira da Freixedinha... Prosa Poética 23/07/11 77
A LINHA DO TUA Prosa Poética 02/09/10 155