Se recordar é viver, então recordemos! --- Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores tristes de um passado já distante!
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos




Saudades da Namibia

Extraído do meu livro "Poesias Soltas" transcrevo aqui um poema de Saudades de Angola:

De: Silvino Potêncio

Saudades da Namibia!

... De Moçamedes era ela,
A cachopa mais bonita!
Debruçada na Janela...
Estava ali toda catita.

Qual flor de primavera iluminada,
Do deserto ela veio a Luanda p'ra me ver!
Foi a minha primeira namorada...
De um verão, que não dá mais p'ra esquecer.

Morena do sabor do chocolate,
Doce amargo pelo qual o coração inda padece,
Embora lento, neste eterno bate-bate.

A quem relembro esse tempo que não esquece,
Nem de mim nunca se afasta muito além...
Aquele amor que lá de longe,... sempre vem!

Autor: Silvino Potêncio
(in “Poemas de Angola – Poesias Soltas”)
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 01/10/2010
Alterado em 26/02/2019
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários