Se recordar é viver, então recordemos! --- Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores tristes de um passado já distante!
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos


DESCI CORRENDO ATRAVÉS DOS ANOS!



Extraído do Livro "Eu, O Pensamento, A Rima"!



Desci correndo através dos anos...

Desci correndo através dos anos,
Ressuscitei de novo no mundo.
De novo achei tudo imundo;
Parece qu’inda há por cá tantos danos,
Que a todos torna corruptos,
Causados por homens solutos.
Meu corpo não tem metacentro,
Minha existência é flutuante.
Sou romeiro de alma errante,
Vogando por nuvens adentro...
O povo vem para o “pasmatório”!...
Para ver naves e discos voadores.
- Logo de manhã pelos alvores,
Acordar!... é tema obrigatório.
Princípios morais é suicida,
Fraqueja quem deles faz vida...

(in: “EU, O PENSAMENTO, E A RIMA!...”)
Autor: Silvino Potêncio

www.silvinopotencio.net

Publicado em : http://sociedadedospoetasamigos.blogspot.com/search/label/Silvino%20dos%20Santos%20Potêncio%20-%20Poeta%20Português  (este blog foi desactivado) 

Nota de Rodapé: escrevi este poema durante a minha permanência em Angola, no início dos anos "70" do século passado. Século (XX) esse que eu costumo corrupetelizar e parodiar com a pura realidade em que vivemos hoje a lingua Portuguesa... e assim eu sinto que o "século vin-te... buscar para irmos para o meio de coisíssima nenhuma" seria talvez uma inspiração do Espírito do Arcanjo Metraton - O Mestre de todos os Anjos Arcanjos, Querubins, Serafins e outros! Foi sim realmente uma viagem ao nada que nos resta depois do início de cada nova vinda à Terra.   Os meus últimos 2 versos são e estão aqui perenemente instalados na sociedade global dos nossos dias, infelizmente! Para mal da humanidade... 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 05/05/2011
Alterado em 28/03/2019
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários