Se recordar é viver, então recordemos! --- Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores tristes de um passado já distante!
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos


                      
 
De: Silvino Potêncio - "Relembrando... ".
    !...>
Sentado junto ao coqueiro,
 com flores de acácia na mão.
  Contemplo o passado de então;
   - Relembro o dia em que o barqueiro,
       me trouxe à terra bem quente,
        queimada do sol reluzente.
 
Não me lembro muito bem,
  Nem a imagem faz sentido;
   mas sem que me sinta esquecido,
    parece-me ver aqui e mais além,
     Um pouco do muito vivido, 
 E até - creio que em mim estava adormecido!  
 
Sinto o calor mais calor,...
 e o suor escorre por mim;
   Lembrando-me que estou num jardim,
     criado no mais duro labor...
   - Talvez feito em horas incertas,
       Mas!... sempre de portas abertas!
 
Autor: Silvino Potêncio – Junho/1969
(In: “Eu, O Pensamento e a Rima!”) 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 01/12/2012
Alterado em 03/10/2016
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários