A cultura de um POVO não pode, não deve NUNCA, se submeter a ideologias politicas ou partidárias muito menos financeiras ou económicas pois que; inspiração ou intelecto não se compra nem se se vende! É como o amor, já vem do berço!... (Silvino Potêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos



Nas voltas que o Tua dá!...


De: Silvino Potêncio –  Quadras soltas do Rio Tua!
 
Nas voltas que o Rio Tua dá,
Na pureza das suas águas...
Lembranças que eu tenho de lá,
Saudades que me dão tantas mágoas!
 
Nas Ruas da Minha Aldeia,
Aonde eu corria em pequenininho...
Agora já só trago na ideia,  
De lá voltar a andar devagarinho!
 
O Rio Tua leva as Minhas Mágoas,
E as penas do meu triste penar...
Escondo as lágrimas nas águas,
Pelas saudades que tenho de lá voltar!
 
E Nas voltas que o Rio Tua dá,
Ao passar por Mirandela...
Os olmos deste lado de cá,
Tornam a margem mais bela!
 
Daqui das margens do Tua,
Eu vejo a Serra da Minha Aldeia...
O meu pensamento voa e flutua,
Em noites de Lua Cheia.
 
(in: “POESIAS SOLTAS”)

Emigrante Transmontano em Natal/Brasil
www.silvinopotencio.net

 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 01/08/2013
Alterado em 23/04/2018
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários