Se recordar é viver, então recordemos! --- Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores tristes de um passado já distante!
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos





          

<< ASAS BRANCAS...>>  (001)
 
Águas banhadas por mil raios
  Reflexos de luz que povoam
    Meus pensamentos em fusão!
      Por terra destruídos ja lá estão,
       Como fogueiras de esperanças
     Quais asas brancas que não voam!
 
Asas brancas que os céus cortam,
São os meus pensamentos que voam. 
Pombas que em contemplação espalham,
    São idéias que nem sentido formam !

  - São Pombas que vieram ao  ninho,
    São  Ilusões desfeitas em lágrimas
        Reais pensamentos é o que são,...
           - É o meu fraco espírito de menino
              Cruzado por águas que se afogam
                 Em um soluço lento e tamanino!.
(in: POEMAS DE ANGOLA - "Eu, O Pensamento, a Rima!..." De: Silvino Potêncio)   
Luanda - Anos 60/70

 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 08/03/2014
Alterado em 28/02/2017
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários