A índole de cada um de nós (BOA OU MÁ) já vem no sangue. O ambiente onde se vive, é a moldura que os homens lhe fazem ao longo do tempo! (Silvino Potêncio)
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
O tempo é ouro!... eu agradeço a todos por o dividirem aqui comigo! (Silvino Potêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



Homenagem ao MACUA de Moçambique!...


De: Silvino Potêncio --- Homenagem  ao “Macua” de Moçambique...
 
Vinha ele a caminhar descalço,
 Pela beira da praia da Beira... 
  E no seu eterno errante passo em falso,
   Ele andou por toda a noite inteira...
 
    E não sei por que obras do intestino,
     O coitado se parou atrás da moita... 
       Conselheiro!... estais no régio colo de menino
         Olhai que sois (espreitado por gente afoita)!
 
E ò “despeis” que ali arriastes o calhau,
 Na entrada da noite escura como breu,
  Por entre muros e os ganidos dos au-au...
    - A liberdade do 25 de Abriu...lo aconteceu!
 
Foi um Golpe de Mão a pé mas tão benfeito,
  Que no Alvor os Acordos tiveram o seu desfecho!...
    Assinaram todos com a mão de encontro ao peito
      Mas de Luzaka ninguém mais lhe encontrou nexo!

E para completar este tão ardoroso amor,
 A Portugal e ao ultramar em pé de guerra...
  Retornados todos fomos ao Recto Ângulo cuja flor,
   À beira da praia da Beira que já não é a nossa terra!
 
Fugidos enjeitados, sempre em sobressalto!...
 A fluir em bandos de “Ciganos” já sem eira,
  Nem beira da praia, nem veredas lá do Alto,
    Das serranias Lusitanas lhe seguimos sua esteira!
 
  Não é difícil ao homem apagar pegadas...
    Deste Mar Adamastor do Indico além sem fim!   
     Muito duro é porém andar sobre as tuas estradas,
      Como já dizia  o velho sábio em eterno Mandarin!
 
Autor: Silvino Potêncio  
(in: O Código Dá VintchCinco de Abriu-loooooo!...)

 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 11/09/2014
Alterado em 14/09/2015

Música: guit-jnunes_variacoes_anamaria - Desconhecido

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Textos da Minha Autoria podem ser EVENTUALMENTE transcritos pelos Leitores, e/ou outros Autores interessados na sua divulgação, desde que observadas as Regras dos Direitos Autorais, incluindo o crédito respectivo! - Os originais desses textos devem ser solicitados por escrito, pelos interessados, diretamente ao Autor via email: sspotencio@yahoo.com.br e com a devida indicação e endereço de email do Remetente - Leitor interessado. Muito Obrigado pela visita e voltem sempre! Silvino Potêncio Emigrante Transmontano em Natal/Brasil