A índole de cada um de nós (BOA OU MÁ) já vem no sangue. O ambiente onde se vive, é a moldura que os homens lhe fazem ao longo do tempo! (Silvino Potêncio)
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante! (Silvino Potênci
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos






Dos meus Poemas de Angola: – “Eu, O pensamento, A Rima”!... foi o meu primeiro Livro escrito e dedicado na sua forma original às "Minhas Madrinhas de Guerra"!
Este era  um Título que se dava às Correspondentes de Guerra particulares enquanto servíamos ao Exército de Portugal para cumprir o Serviço Militar.
A Dedicatória que eu fiz neste primeiro livro é esta que hoje eu transfiro aos Meus Filhos e Esposa. 
Foram quase 4 anos o tempo que eu vesti a “farda” e, durante esse período eu escrevi bastante!...  
Mas como eu costumo dizer eu  li muito mais do que escrevi, ... e guardei de memória pois considero fundamental primeiro aprender a ler para depois saber escrever.
Infelizmente,  A grande maioria destes meus escritos da época,  por lá ficaram!... e se perderam na poeira do tempo, porém,  me ficaram muitos na memória que eu recordo neste novo volume. Por isso e para quem gostar de poesia aqui vos deixo as minhas lembranças dos quase 11 anos vividos em Angola.  

 


 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 31/07/2017
Alterado em 31/07/2017

Música: ANTÓNIO DOS SANTOS - Minha alma de amor sedenta - António dos Santos

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários