A honestidade do homem público se reflete mais nos actos e muito menos nos factos que, tantas vezes são adulterados pela mão dos que dela se aproveitam.(Silvino Potêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos


Eu fui conversar com as Rosas...




                   A sombra colorida da Rosa  (*)
Fui conversar com as rosas, 
Que eu tenho no meu Jardim... 
- Elas, então muito cheirosas, 
Cheias de um Perfume sem fim, 
Posaram nuas e tão dengosas
Debaixo de um sol tropical, 
Que me faziam sombra de mim. 

Fui revelar esta pose, 
Mas parei quase intrigado,
Digo até admirado!?... 
Como é que a rosa tem sombra,
Se não está ao meu lado?!,
Se o sol já se foi e eu inclinado,
Vejo uma sombra colorida
Da rosa que já teve vida...
- Aquela que eu já vivi,
Ao colher o perfume de ti!  
(in : "POESIAS SOLTAS " ) 
Autor: Silvino Potêncio
Emigrante Transmontano em Natal/Brasil 

Nota do Autor: as fotos da minha autoria são reais - sem foto-montagem!  Esta por exemplo foi tirada em: 
segunda-feira, 27 de maio de 2013 03:26.
 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 17/12/2017
Alterado em 17/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários