A eternidade de cada texto ou até um livro, é a sequente futura ação do escritor que abriu o cenário com apenas uma letra. (Silvino Potêncio)
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Quando eu nasci cá no CEN - CÁ ESTAMOS NÓS é o título de um dos meus poemas divulgados neste Portal - hoje vos trago aqui em Memória do Excelso Amigo Dr Carlos Leite Ribeiro que acaba de subir ao Palco Superior - Que Deus o receba em Paz! 
Obrigado pela Obra que nos deixou a bem da Lusofonia e da Cultura Luso-Brasileira : 


QUANDO EU NASCI CÁ NO CEN...
 
QUANDO EU NASCI CÁ NO CEN...
UM EXAME ME FOI FEITO.
ANTES EU NÃO ERA NINGUÉM,
E AGORA EU ESTOU DO MESMO!
 
AQUI ABRIRAM O MEU CORAÇÃO ...
P'RA VER O QUÊ LÁ DENTRO EU TINHA.
ERA SANGUE AZUL!? ÓMESSA! NÃO, NÃO!
SÓ A LINGUA LUSA, QUE É  A AL'MAMINHA!
 
POIS FOI ALI DE FACA NO PEITO,
E O FLUIDO A ESCORRER PELAS VEIAS
QUE EU FIQUEI MUITO TEMPO NO LEITO,
 
O RIBEIRO SE ENCHEU COM AS CHEIAS
DO CARLOS E DAS GRAÇAS ALI RECEBIDAS
DAS SUAS AMIGAS, TODAS... SEMPRE TÃO QUERIDAS!
 (in: "POESIAS SOLTAS")
Autor: Silvino Potêncio - Delegado CEN - Natal/Brasil  
Emigrante Transmontano - O Home de Caravelas - Mirandela 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 28/01/2018

Música: Variaçoes Em Ré _ António Parreira.wmv - Desconhecido

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários