O tempo é ouro!... e por isso eu agradeço a todos, Amigos e Leitores, por dividirem o vosso aqui comigo. E acrescento um pensamento do meu Livro - O ouro é como o amor; mata quem o guarda e vivifica quem o dá. (Gibran Khalil Gibran)
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos


Madrinhas de Guerra

Durante o meu tempo de serviço militar em Angola (obrigatório) eu mantive correspondência com várias correspondentes em diversos países, na maioria de países de lingua Portuguesa hoje conhecidos por CPLP (Comunidade dos Países de Lingua Portuguesa).

Isto fez com que eu registrasse em livro alguns dos meus escritos nas cartas que eu lhes respondia, mas que infelizmente se perderam no tempo e no espaço logo depois do golpe de Estado do 25 de Abril de 1974... Um dos meus pensamentos actuais é justamente sobre essa perda que irreparávelmente modificou a minha vida e a de milhões de cidadãos no Portugal Ibérico e em todos os países da CPLP.
"Aos 25 anos de idade a minha vida era um livro aberto com as folhas soltas ao vento. De repente surgiu um vendaval chamado descolonização, e a vida mudou para sempre"!
Hoje em homenagem a todas essas desconhecidas minhas "Madrinhas de Guerra" eu lhes dediquei uma p recordação com 125 páginas em Poemas de Angola. 

Beijos e um sincero fraternal abraço a todas(os). 
Bem haja pela vossa valiosa amizade e sobretudo a leitura destas recordações! 
(o livro já está disponível para venda via internet na Editora) 



 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 30/07/2019
Alterado em 31/07/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários