A eternidade de cada texto ou até um livro, é a sequente futura ação do escritor que abriu o cenário com apenas uma letra. Por isso vos digo que a minha vida era um Livro aberto com as folhas soltas ao vento. De súbito, e não mais que de repente, aos 25 anos de idade, veio um tufão chamado Descolonização!... (Silvino Dos Santos Potêncio)
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Fotos
Álbuns › Cartas Literárias
Neste Album guardo várias cartas e aerogramas além de msg virtuais trocadas com Amigos e Correspondentes. Incluo também fotos e vídeos da minha autoria eventualmente relacionadas com os textos aqui registrados.
a potencia intelectual
Batatas
Cartas Literárias
Consul Honorário
eu não tenho
Geração a rasca
P
Terreiro do Paço 01